Home | Empresa | Serviços | Treinamentos | Clientes | TopQuality | Notícias | Artigos | Vídeos | Atendimento
MFC Consultoria e Educação Corporativa
Você está em:

Notícias e Informativos

Acesso Restrito

A matriz de risco nos ciclos de auditorias 2017

Para os ciclos de 2017 a MFC criou um novo INDICADOR que ajuda para tomadas de decisões estratégicas para as Organizações que buscam as melhorias e inovações em seus processos. Este indicador é a MATRIZ DE RISCO do Projeto SGQ:5S. A sua formação é baseada na escala comparativa entre a IMPORTÂNCIA e o IMPACTO que estão relacionados com os resultados das notas das auditorias com os requisitos estipulados (ver a Tabela abaixo).

A IMPORTÂNCIA tem o foco no interesse das equipes nas práticas efetivas nos 5S´s e também do sistema de gestão, ou seja, um processo intangível que a MFC detecta através das auditorias que está relacionado à motivação, vontade, dedicação e espírito de equipe das pessoas.

 O IMPACTO é direcionado ao efeito causado pela atividade das equipes em relação aos 5S´s e gestão da qualidade, ou seja, a alteração no processo por determinada ação ou atividade humana que estejam relacionadas aos conceitos exigidos. O objetivo de se focar os IMPACTOS é despertar o interesse da Alta Direção conforme a avaliação das consequências e desta forma possa haver a prevenção da alteração da qualidade dos processos após a execução dessas ações.

Para esclarecer, a MATRIZ DE RISCO do Projeto SGQ:5S analisa uma escala comparativa entre a Importância e o Impacto relacionados com os resultados dos requisitos exigidos (ver a Tabela a seguir) e serve de alerta para ação da diretoria, gerentes e corpo de liderança conforme os resultados obtidos nas avaliações das auditorias, visando o equilíbrio entre a vontade e dedicação das equipes em praticarem os 5S`s e gestão, as causas e efeitos relacionados com as suas atividades. O encontro entre a IMPORTÂNCIA e o IMPACTO, aponta o risco iminente nos processos.

A MFC faz um diagnóstico para cada resultado que serve de direcionamento para a direção, gerentes e corpo de liderança para tomada de ações estratégicas visando o equilíbrio nos processos para gerar produtividade, qualidade, sustentabilidade e cliente encantado.

Vamos explicar como funciona a Matriz de Risco. Conforme a nota obtida na auditoria específica (Aa1, Sp1, Aa2, Sp2, Pn, Ae, As, Ap e Rtg ou Dif), verificar na tabela acima qual o valor obtido para a IMPORTÂNCIA (cor laranja) e IMPACTO (cor azul). Exemplo: vamos supor que a nota do Plano de ação (Pn) tenha sido 71%, portanto, fica com 3 pontos para Importância e 5 pontos para o Impacto. Outro exemplo: conquistou 42% na Auditoria Premium, ficando então com 10 pontos na Importância e 12 pontos no Impacto. Com os valores definidos de Importância e Impacto para cada auditoria específica, então se soma os mesmos conforme abaixo:

FÓRMULAS:

IMPORTÂNCIA (IMP)   = (Aa1) + (Sp1) + (Aa2) + (Sp2) + (Pn) + (Ae) + (As) + (Ap) + (Rtg) ou (Dif)

IMPACTO (PACT) = (Aa1) + (Sp1) + (Aa2) + (Sp2) + (Pn) + (Ae) + (As) + (Ap) + (Rtg) ou (Dif)

Após as somas dos valores da Importância (IMP) e Impacto (PACT), os resultados são lançados na MATRIZ definindo o ponto de interseção que define o risco (ver a Matriz abaixo).

MATRIZ DE RISCO

Você deve ter reparado que quanto maior a nota da auditoria, MENOR o valor da Importância e do Impacto, assim como valores alternados entre a Importância e o Impacto. Estes valores foram estudados por CINCO ANOS pela equipe da MFC para serem definidos e estipulados, considerando uma visão estratégica para ações tangíveis e intangíveis.

Quanto à medição do Rtg (gestão) ou diferença entre as pendências e 5S´s (DIF) conforme acima, depende do nível da categoria que a Organização esteja buscando. Se for Nível Senes, vale a nota do Rtg que avalia o Sistema de Gestão. Se for Nível 5S, avalia a DIFERENÇA entre a média dos 5S´s  e a media das pendências, dada na tabela dos setores. Veja abaixo as fórmulas.

Se a média dos 5S´s for MAIOR do que a média das pendências:

(100% - (Média 5S´s – Média Pendências))

Se a média das pendências for maior do que a média dos 5S´s: 

(100% - (Média Pendências – Média 5S´s))

Vou dar um exemplo: a média das pendências ficou com 92% e dos 5S´s com 72%, aplicando a fórmula, considera-se: (100% - (92% - 72%)), ficando o resultado final o valor de 80%.

É interessante ressaltar que quanto MENOR a diferença entre as médias dos 5S´s e pendências, MAIOR será o resultado. Esta condição está harmonicamente ligada ao conceito da LINEARIDADE.

Outra condição que está realcionada à MATRIZ DE RISCO é a BONIFICAÇÃO por competência. Bônus Matriz 5S´s depende dos pontos conquistados na IMPORTÂNCIA (IMP) e no IMPACTO (PACT) conforme a tabela abaixo:

Vou dar exemplo para a bonificação da Matriz 5S´s: vamos supor que o resultado final tenha sido Importância com 65 e Impacto 55, ficando então o valor de 50% representando a bonificação por competência.

Portanto, é estratégico que as equipes alinhem bem os conceitos do Projeto SGQ:5S em seus processos para que os resultados desejados possam ser conquistados. A desarmonia nas práticas dos 5S´s e no sistema de gestão promove perdas significantes na Importância e no Impacto e desta forma reduz também a bonificação por competência.

Qualquer dúvida procure a Central de Atendimento da MFC.

FIQUE ATENTO ÀS MODIFICAÇÕES NO PROCESSO DE AUDITORIAS PARA 2017!

Rua Antônio Marinho Saraiva, 50 lj 46
Cascatinha
Juiz de Fora/MG
36025-550

ATENDIMENTO

de segunda a sexta
das 8 horas às 17 horas
32 3231 4288
MFC Consultoria e Educação CorporativaFacebook MFC Consultoria
 
 
© 2011. Todos os direitos reservados.
website by Asther ProdutoraWeb